Logotipo

sábado, 5 de Fevereiro de 2011

"Kimbares. VilaMoura.2011" - "Algarvios em Porto Alexandre"



Vista aérea de Porto Alexandre
(antes de 1975)










Barcos de pesca
na Baía de Porto Alexandre







 Pesca ("armação")









"Algarvios em Porto Alexandre"
 


Um imenso mar atravessando,
em fragatas, traineiras ou baleeiras,
nossos ascendentes rumaram
a terras de outros mundos
e... por ali foram ficando...


Eram navegantes serenos
algarvios aventureiros,
que com poveiros e nazarenos,
seguiram outros... Os pioneiros

Tendo o Mar a sua primazia,
em terra se renovam em afazeres:
a rua principal construída
o motor d'água instalado...
matam o ócio em prazeres
dignos do mais afortunado...

Seus descendentes se revendo
nesta bravura e tal persistência
crescendo firmes à resistência...
grande amor à sua terra tendo,
qual casuarinas altaneiras
árvores de rápido crescimento
sulcam "mares"... qual traineiras
calcorreando ao conhecimento...


Hoje tempos idos nos restam...
Tempos lindos na saudade
ao tempo o Tempo emprestam
grandes tempos de Felicidade!!!


De:aileda/adeliavaz
 

Vista da Baía de Porto Alexandre (Pescarias)


O saber quem somos com o que fomos...

Pegando estas palavrinhas, da minha querida Amiga/Aluna Nair*, bem podemos perceber a vida de "Algarvios em Porto Alexandre"

"...Ao fazer uma viagem ao passado lembro todos os que, no final do Séc. XIX e princípio do Sec. XX, saíram de Portugal Continental procurando nas colónias uma vida melhor ou, nalguns casos, também uma aventura.

Sabiam, no entanto, que essa vida melhor não estava lá à espera deles. Souberam logo que pisaram aquelas terras que essa vida melhor teria que ser construída por eles.

Quando chegaram, encontraram pouco mais do que nada que se parecesse com o mundo que conheciam. Do nada fizeram casas, traineiras, captações de água potável, latrinas, e depois escolas, igrejas, fábricas, hotéis. Dito assim parece até simples. Dito assim por alguém que só conheceu Angola já com todos estes sinais de civilização europeia, parece até afronta aos que tanto lutaram para fazer tudo isto.

Depois daqueles primeiros grupos outros lhes seguiram o exemplo e durante todo o Sec. XX milhares de portugueses partiram para os então chamados territórios ultramarinos. Felizmente para eles, os que chegaram a Angola nas décadas de 50, 60 e 70 já encontraram a terra desbravada. Os relatos dos pioneiros podem para eles parecer cenas de filme.
Mas foram todos, os pioneiros e os outros, que fizeram de Angola a terra que nós deixámos há trinta anos..."

 

*Maria Nair Delgado Peleira de Almeida in "GeoHistHaria - Namibe"
geohistharia.blogspot.com/


 
 Igreja de Nossa Senhora do Rosário (Porto Alexandre)


Escola Bartolomeu Dias (Preparatória e Comercial e Industrial)



Cinema "Cine Alexandrense"

Porto Alexandre (zona comercial)


Porto Alexandre - A Praia

O Estaleiro naval (Porto Alexandre)


A felicidade não depende do que nos falta, mas do bom uso que fazemos do que temos.(Thomas Hardy)

1 comentário:

  1. Estive no Tombwa em 2009.Fui com um amigo meu. do Lubango.Ao entrarmos na cidade? veio para cima da carrinha um miudo negro com uma mota.Estivemos na policia até se resolver a situação.Ao entrar no Tombwa julgava estar na Somália.

    nuno Silvério

    ResponderEliminar